Conceitos Básicos de Macroeconomia

Módulo 5 – O PIB e o IDH

Se você já sabe o que cada termo representa, deve estar se perguntando qual é a relação entre PIB e IDH. Mas a resposta é fácil! O PIB é o principal indicador de riquezas de um país. E, excluindo alguns outros fatores que possam influenciar, quanto maior a riqueza de um país, mais desenvolvido ele é e, portanto, maior será o IDH.

Mas afinal, o que é o PIB?

O Produto Interno Bruto é um indicador econômico que é observado em todos os países do mundo. Ele é responsável por medir a riqueza de uma nação através de seus bens e serviços finais produzidos internamente, ou seja, dentro do próprio país. No Brasil, esse índice é avaliado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). 

O PIB representa, em um consenso geral, a produção anual de um país, ou seja, o quanto determinado país conseguiu produzir internamente. Ele está diretamente relacionado com o crescimento econômico de um país e seu bem-estar. Isso porque quanto maior o PIB, maior a renda das pessoas e, consequentemente, melhor a qualidade de vida delas.

 

O PIB brasileiro, por exemplo, segue a seguinte sequência:

Isso mostra que em 2010 o PIB apresentou um crescimento acelerado, mas a partir desse ano ele sofre alta volatilidade e sua queda tem sido constante. A crise da covid-19 agravou ainda mais a evolução do PIB brasileiro.

Mas o que é o IDH?

Diferente do PIB, o IDH levanta outros fatores para a mensuração do desenvolvimento de uma nação, como aspectos sociais e culturais, além dos aspectos econômicos de produção. É um índice mais amplo e abarca fatores complementares à economia, como qualidade da saúde e da educação em um país; distribuição de renda; longevidade; acesso ao conhecimento e infraestrutura, e uma série de outros fatores relacionados.

Tanto o PIB quanto o IDH podem ser mensurados não só de nação para nação, mas também de Estado para Estado, ou cidade para cidade.

 

Dentre os países da América Latina, por exemplo, o Brasil se encontra em sexto lugar e o Chile em primeiro. Se comparado ao resto do mundo, o Brasil está longe de ser um país com o IDH elevado. Se comparado aos países da América Latina, não está tão mal. Por isso é importante entender como funciona o mecanismo de análise e para quê ele serve, assim podemos discernir melhor a situação econômica do nosso país num contexto global.

É intrigante notar que no ranking de PIB estamos entre as 20 maiores economias do mundo e o no ranking do IDH na posição Octogésimo Quarto, para ilustrar o quanto um país considerado “rico” tem muito o que melhorar, principalmente se tratando de aspectos sociais.

Curtiu?! Responde aqui e já vai para o Módulo 6 – Desemprego