Matemática financeira para o dia a dia

Módulo 1 – Juros simples

Você sabe o que é e como se calcula o juros simples?
  • Os juros simples são uma porcentagem aplicada a um valor inicial e que sofrerá alguma correção (ou seja, alteração de valor) em determinado período.
  • Quem empresta o dinheiro é conhecido como o “credor”, e quem recebe o empréstimo é conhecida como o “devedor”.
  • O dinheiro emprestado a juros significa que o credor terá algum lucro. E isso ocorre entre pessoas, instituições financeiras, empresas, e por aí vai.

Vamos ao exemplo?!

Esse é o João!

Essa é a Maria!

O João emprestou R$ 200 à Maria, e ela lhe devolverá em duas parcelas de R$ 110. Quando a dívida for quitada, o João receberá R$ 220, e não R$ 200, como no começo.

Esses R$ 10 que Maria pagou a mais em cada parcela representam a aplicação de juros simples. 

  • Como dito anteriormente, a principal função dos juros simples é incentivar os credores (aqueles que emprestam o dinheiro) a emprestarem o seu capital.

  • Assim quem toma o dinheiro emprestado pode realizar sonhos como estudar, fazer uma viagem ou comprar um bem como um carro ou uma casa, por exemplo.

Curtiu?! Responde aqui e já vai para o Módulo 2 – Juros compostos